Pastoral da Catequese

“Bem cedo se chamou  catequese ao conjunto de esforços empreendidos na Igreja para fazer discípulos, para ajudar os homens a acreditar que Jesus é o Filho de Deus, a fim de, pela fé, terem a vida em seu nome, e para os educar e instruir nessa vida, construindo assim o Corpo de Cristo.” (CIC 4)

Santuário Santo Antônio DF

Por que levamos nossos filhos à catequese?

    A grande maioria de nós teria muita certeza em responder que levamos nossos filhos, crianças e jovens, para a catequese porque queremos que OBTENHAM OS SACRAMENTOS da Eucaristia e Crisma.

 

    Esta visão sacramentalista da catequese foi revisada já algum tempo na Igreja, que hoje sabe não ser suficiente ao fiel católico ter realizado o sacramento e não ter desenvolvido dentro de si a consciência de sua FILIAÇÃO DIVINA, de SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO, da origem e necessidade de pertencer ao POVO DE DEUS que convive dentro de uma comunidade no seio da IGREJA, com as mesmas disposições dos primeiros cristãos. “E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.” (Atos 2,42)

 

    Por isto a proposta da Igreja é que a Catequese seja um instrumento à Serviço da INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ. O que entendemos por ser iniciado? Ser introduzido, passar por uma transformação, fazer uma adesão consciente que leve ao fiel o sentimento de pertença e fidelidade. A celebrações litúrgicas nos ajudam ao fazerem a ponte entre nós e Deus, acreditamos ser ELE mesmo na EUCARISTIA que nos alimenta, na pessoa do padre quando nos perdoa na CONFISSÃO e nos ensina nas pregações, quando nos recebe em sua família no BATISMO, e fortalece nosso espírito na CRISMA. A presença de DEUS é especial nos sacramentos, mas é geral na atuação dos fiéis e da Igreja.

 

    Catequizar ou instruir os filhos na fé é uma missão de toda a Igreja, a começar pelo Bispo, sacerdotes e complementarmente pelos leigos. É um verdadeiro trabalho de equipe de toda a Paróquia (Batismo, Liturgia, Catequese, Movimentos, Grupos, etc.), aprendemos e ensinamos na convivência respeitosa, no cuidado mútuo, de forma a permitir que nos sintamos unidos a Verdadeira Videira que é Cristo, e compreender as razões e fundamentos de nossa fé Católica.

Santuário Santo Antônio DF

    Ser catequista é uma vocação, requer amor, um amor cada vez mais forte por Cristo, e amor pelo povo de Deus e pela comunidade. Para o Papa Francisco “quanto mais você se une a Jesus e Ele se transforma no centro da sua vida, mais Ele faz com que você saia de si mesmo e se abra aos outros”. Francisco explicou essa ideia dizendo que o coração do catequista vive sempre esse movimento de ‘sístole – diástole’: união com Jesus e encontro com os outros. E falou do Querigma, que é um dom que o catequista recebe e um dom que ele dá.

 

    Se você sente vontade de ajudar-nos na catequese envie um email para: [email protected]

 

Entraremos em contato.

Fotos das ações da Pastoral Catequese